Jornalismo por amor

segunda-feira, julho 10, 2017

Oi, oi pessoinhas!!
Quem é vivo sempre aparece, não é mesmo? rs. Bom, prometi voltar e estou voltando. Comentei om vocês assim que voltei com o Blog que eu consegui passar na faculdade no início deste ano. Depois de passar o ano de 2016 inteirinho sem estudar, finalmente consegui a tão sonhada vaga numa universidade na Cidade em que estou morando. E o melhor, não precisei optar pela segunda/terceira opção de curso. Estou cursando Jornalismo e já passei pelo primeiro semestre. Como estou de férias da faculdade e parei recentemente para avaliar como foram esses primeiros seis meses, resolvi compartilhar com vocês minha opinião sobre o curso e meu ponto de vista sobre tudo o que já pude aprender ao longo desses meses. Um dos motivos para este post é para que possam entender que essa é uma daquelas profissões que você precisa, acima de tudo, amar o que faz e o que aprende e não somente pensar no dinheiro.
Jornalismo por amor
A faculdade de Jornalismo tem a duração, em média, de quatro anos. São oito semestres recheados de muito conteúdo e muita aprendizagem. Como tudo funciona diferente para cada faculdade, na que estou cursando, eu tive cinco matérias presenciais e uma online. Usando minha experiência como exemplo, quando comecei a faculdade confesso que estava por fora de alguns assuntos relevantes sobre o nosso País. Mais especificamente sobre assuntos voltados para a Política. Eu sabia o que estava acontecendo, mas não tinha uma noção relevante sobre os motivos. O que mudou assim que tive a primeira aula da matéria de Teorias e Técnicas da Comunicação. Que aliás, foi uma das minhas matérias preferidas nesse semestre que se passou.

Uma das características deste primeiro semestre é que você vai ter algumas matérias que envolvem outras áreas da Comunicação, como Marketing e Publicidade e Propaganda. No 1°S eu tive aula de Marketing e uma matéria sobre "Composição e Projeto Gráfico". Claro que não são matérias que um jornalista precisa e vai ver muito ao longo do curso, mas podem ter certeza de que dão um auxílio muito grande em algum momento da sua vida profissional. Assim como tudo o que aprendemos na faculdade. Nada ali nos é ensinado sem algum propósito ou de maneira que nunca vamos necessitar aplicar em algum momento. Posso afirmar que muito do que aprendi na matéria de CPG me ajudou muito a ter uma noção maior de composição de um projeto (cores, formato, estrutura da página, fonte, etc.). Sobre Marketing, vocês têm ideia do quanto podemos usar das teorias desta matéria na nossa vida pessoal? Eu não tinha, e isso vai me render até post aqui no Blog. 

Além dessas matérias, eu também tive outras que tinham mais relação com o curso em si. Técnicas e Gêneros Jornalísticos, Interpretação e produção de texto foram duas delas. Ambas se completam, mas abordam assuntos diferentes. IPT é bem parecida com as aulas que vemos na escola. Analisar textos, interpretar e desenvolver/produzir algo é basicamente o que vemos. Já na outra matéria aprendemos como é o processo até que a matéria fique pronta. Como é produzida uma pauta, o que é preciso fazer, fontes da matéria. Nessa matéria tivemos um trabalho que nos fez familiarizarmos bastante com um dos trabalhos de um jornalista. Tivemos que entrevistar profissionais da área para a realização de um relatório. Foram tantos profissionais, com tantas histórias e relatos diferentes, que ficou impossível não se apaixonar ainda mais pelo curso. Os profissionais fizeram vários relatos e todos fizeram a mesma afirmação: "EU ESCOLHI JORNALISMO POR AMOR".


JORNALISMO POR AMOR 

Entrando agora no motivo pelo qual escolhi este curso, vou deixar outra afirmação aqui que serve muito para quem pretende cursar Jornalismo: JORNALISTA NÃO GANHA BEM. Quando decidi que esta seria a minha profissão e que eu iria, sim, fazer este curso, recebi muitos comentários negativos de pessoas que não aprovaram a minha decisão. "Você vai ganhar pouco"/"Você vai precisar trabalhar com outra coisa para se sustentar/"Se você não for boa profissional, não vai ganhar nada nessa área", foi basicamente o que eu ouvi. Mas, calma ai. Se você não for um bom profissional em QUALQUER profissão, você não vai se destacar positivamente  e não vai ganhar bem, não é? Foi complicado explicar isso para algumas pessoas, mas em momento algum eu cogitei mudar o curso e deixar de fazer simplesmente por causa de outras pessoas. Cada vez mais eu estava me apaixonando pela profissão e pelo que ela poderia me proporcionar. E o melhor, apesar de algumas pessoas não concordarem, eu tive muito apoio da minha mãe e de alguns familiares mais próximos. E isso bastou.

Acredito que não foi eu quem escolheu o Jornalismo, mas, para falar a verdade, ele me escolheu. Uma admiração por profissionais da área me motivou a pesquisar sobre o curso. Uma paixão por assistir entrevistas e ler revistas me fez ficar apaixonada pela área. Um sonho de entrevistar pessoas que admiro me fez decidir o que iria fazer. Em nenhum momento "dinheiro" foi usado como critério de escolha. Não me vejo fazendo nada de "normal" e financeiramente mais rentável. Não me vejo cursando uma engenharia, muito menos fazendo direito ou medicina. Quem me conhece sabe disso. E apesar de ter um lado tímido, eu gosto de me comunicar de alguma forma. Gosto de falar e pesquisar, me informar. Resumindo, gosto de Comunicação e tudo o que está por trás dela. E isso me motivou a continuar com a minha decisão.

Hoje, seis meses após ter dado início ao curso, eu só tenho mais certeza de que estou no curso certo. Sei que posso me decepcionar com algo futuramente, sei que nem tudo são flores e que vou ter que batalhar bastante para chegar onde quero e traçar um caminho promissor na minha profissão. Mas, tudo bem. Isso só vai me ajudar a ser uma profissional melhor. Fora que um jornalista tem vários caminhos a seguir, em várias áreas da comunicação. O que torna tudo mais interessante e desafiador.

Se você pensa em seguir essa profissão, tenha em mente que o caminho é árduo. Você, realmente, pode não ganhar bem. Pode, realmente, precisar trabalhar em dois lugares ao mesmo tempo para se manter. Mas, apesar de existirem pontos negativos, pontos positivos também existem. Pensar que vou poder conhecer histórias e lidar com pessoas, me deixa mais ansiosa por tudo o que ainda vou aprender na faculdade. Por todas as matérias que ainda vou ver. Sem falar que, ser jornalista é saber e ter que lidar com a palavra, com a escrita. E esse é um dos motivos pelos quais estou cursando Jornalismo.

Bom, e é basicamente isso. Meu primeiro semestre foi, consideravelmente, bom para quem estava há um ano sem ir à "escola". Já pude aprender bastante e aprimorar muito o meu conhecimento sobre diversos assuntos. Tenho certeza de que ainda vou aprender muito ao longo dos próximos semestres e tenham a certeza de que, se tudo der certo, vamos falar bastante sobre o curso por aqui. Se você chegou até aqui, me conte sobre seu curso também. E se ainda não faz faculdade, me conte sobre como está sendo para você decidir qual curso escolher. Quero mesmo saber. E é isso. Espero que gostem de acompanhar essa minha experiência com a faculdade e com o Jornalismo. 

Vamos interagir nas Redes Sociais também? Vou amar conhecer vocês!

Leia Também

25 comentários

  1. Olá.
    Achei seu post bem interessante, e cursei o primeiro semestre em Jornalismo até descobrir que minha verdadeira paixão estava em letras.
    Achei válido você ressaltar que tem que entrar se realmente ama, porque se for depender do dinheiro não vai rolar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila!
      Eu pensei em cursar letras quando não consegui começar o Jornalismo no 1º Semestre do ano passado. Mas era como um auxilio ao Jornalismo mesmo. Acho muito bacana também. Enfim, fico feliz pelo comentário!! Beijos <3

      Excluir
  2. Acho tão lindo quando uma pessoa nova já sabe o que quer e ama o que faz/estuda.
    Eu me formei em engenharia ambiental e também o amo essa área, só não sei ainda em que área quero me especializar.
    Boa com o seu curso e sim, o dinheiro não é o mais importante!
    Bjs!
    www.negavaidosa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paola!!
      Foi um processo até eu me decidir na escolha do curso. Mas, graças a Deus, eu me apaixonei pelo Jornalismo e estou super interessada no curso. Porém, fico impressionada quando alguém simplesmente já nasce sabendo para quê veio ao mundo kk Ah, e que bacana o curso que você fez. Tenho amigos que também seguiram por esse caminho da engenharia. Eles amam, rs.
      Enfim, obrigada pelo comentário! Beijos <3

      Excluir
  3. Oi moça, eu nem te conheço, e acabei de conhecer seu blog, MAS CARACA EU JÁ TE AMO!
    VOCÊ ME ENTENDE REALLLLL! Quero cursar Teatro, imagina a quantidade de comentários negativos que eu escuto? E eu sempre tento explicar que em qualquer profissão, se você não correr atrás não vai se dar bem! Prefiro correr atrás do meu sonho do que qualquer outra coisa!
    AMEI seu post e boa sorte na faculdade <3
    Beijão!
    Cheiro de Pipoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, moça!! Imagino que não esteja sendo fácil lidar. Já quis fazer algo que fui ainda mais criticada, assim como você. Pensei em cursar Fotografia e, SOCORRO, já vieram com 4 pedras nas mãos como se a profissão não fosse digna. Nossa!! É muito complicado. Mas, fotografia acabou deixando de ser opção por mim mesma, não pelo que os outros falavam. E eu espero que com você seja assim. Que você não deixe de fazer o que quer por causa da opinião alheia. Vai atrás do que você quer e pronto. Espero visitar seu blog e ler que conseguiu começar o teatro, hein.. rs. Beijos, flor!!

      Excluir
  4. Tenho muita vontade de fazer jornalismo ♥ e uma profissão que me encanta demais eu sempre falo isso com meu marido , mas atualmente sou da área da beleza . mas não abro mão de um dia fazer jornalismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aiii ♥ não fica só na vontade não, rs. Jornalismo é uma profissão encantadora mesmo. Tomara que um dia consiga fazer mesmo!!! ♥

      Excluir
  5. Acho jornalismo super legal, mas acho que não é muito minha praia, hehe. Mas tudo temos que fazer por amor. Eu fiz nutrição, vejo pessoas ficando ricas porque cobram caro nas suas consultas, mas sou feliz em minhas consultas super baratinhas e ajudando quem realmente precisa e não quem quer seguir moda.
    Muito sucesso na faculdade flor! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não fosse Jornalismo ou Cinema, eu não sei qual curso faria kk sou mesmo, muito da comunicação. Mas conheço pessoas que fazem nutrição e amam. Bacana você ser dessas que cobram mais baratinho, atualmente tem sido complicado encontrar profissionais assim, viu. É tudo muito caro. Mas, fazer o quê?! hahaha enfim, obrigada!! E muito sucesso na sua jornada profissional também!! Beijos *-*

      Excluir
  6. Confesso que me arrependo de não ter feito jornalismo. Gosto tanto de escrever, mexer nas redes sociais, estar no meio, que ás vezes acredito que eu deveria ser jornalista rsrsrs

    www.doceestranheza.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, ainda da tempo de fazer, uai hahaha Tenho certeza de que iria amar!!! ♥

      Excluir
  7. Oi Andressa, gostei muito do seu post, pois reflete muito bem o que é a profissão, seus anseios e afins...Eu terminarei meu curso de Jornalismo em Dezembro desse ano, em nome de Jesus, e a estrada foi bem longa, principalmente porque a faculdade que curso fica em uma cidade a 2h da minha rsrsrs. É maravilhoso fazer o que se ama e embora você ache que "Composição e Projeto Gráfico" é uma matéria que um jornalista não precisa saber te digo que não há cadeiras que sejam dispensadas nessa profissão. Tudo que você vai estudar é necessário para que você seja uma profissional de destaque. Sempre tive muito isso em mente e foi um dos pontos que me ajudaram a passar em tudo, sempre! Na minha faculdade creio que essa sua cadeira seria chamada de "Design Gráfico" e ao longo do curso você terá várias nesse mesmo estilo (Design de Notícias e afins...) foi minha cadeira predileta pois no curso eu me identifiquei muito com Diagramação. Inclusive meu TCC será uma revista e saber produzir um projeto gráfico formou a base para que eu pudesse destrinchar minha ideia. Sem contar que tbm me ajudou muito no meu blog (super amo).

    Não desista mesmo do que você quer, esse curso pode te levar a diversas opções de emprego por ser bem versátil e completo. Não tive muito apoio quando comecei, mas sempre tive em mente que eu precisava fazer aquilo que eu amava.

    Deus te abençoe e muita sorte nessa sua jornada que se inicia.♥

    Sorriso Jovem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bacana encontrar uma colega de profissão nos comentários. Imagino que você deva estar um turbilhão por causa do TCC. Mas, sem dúvida vai se sair muito bem. Bom, eu gostei bastante da matéria de Design Gráfico. Muito mesmo!! E ficarei muito feliz quando matérias semelhantes chegarem, rs. Me ajudou bastante o que pude aprender e a professora era demais!!! Enfim, desistir jamais!! Comecei e vou até o fim, com certeza!! hehehe Muito obrigada, viu!!! Muito sucesso para você nessa profissão e que você arrase na realização da sua revista para o TCC. ♥ Beijos!!

      Excluir
  8. Oie, tudo bem? Fico muito feliz que tenha conseguido uma vaga no curso que gosta e melhor ainda que está dando tudo certo. Melhor coisa do mundo quando percebemos que tomamos a decisão certa não é mesmo? Já pensei em fazer jornalismo uma vez porém não consegui passar no vestibular =/ Mas foi até melhor pois me encontrei no curso que já estou quase me formando: Administração. Sucesso pra você! Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Érika!!
      É mesmo muito bom quando percebemos que a decisão foi certeira. Mas, confesso que não tive muito receio antes de começar, viu!? É porque o meu sonho de entrevistar algumas pessoinhas (e outras coisas, claro, rs.) acabou me motivando bastante a persistir no Jornalismo. ♥ Aii que bom que se encontrou na Administração. Isso é muito bacana!!! ♥ obrigada, viu?! E muito sucesso para você também!! Beijos

      Excluir
  9. Oi, Andressa! Parabéns pela sua escolha! Tenho certeza de que escolheu corretamente, pela forma tão cheia de emoção e sentimentos com que escreveu esse post. Essa profissão é mesmo linda e quando era adolescente até era uma das minhas preferências. Teria me dado bem, mas pelo momento em que vivia, acabei escolhendo um outro curso. Gostei de saber esses detalhes do curso. Vou seguir teu blog já! Bjs.

    Mania de Organizar e Viver Saudável

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Oii!!
      Muito obrigada!! Realmente, falo de Jornalismo com muito carinho e espero continuar com essa convicção de que fiz a escolha certa até o final. Pena que não fez o curso, mas que bom que escolheu outro. Tenho certeza de que se deu bem na escolha que fez. ♥ Enfim, obrigada novamente!! Espero que continue acompanhando o Blog e gostando. Beijos!!

      Excluir
  10. Jornalismo era minha primeira opção de curso, por que sempre fui apaixonada por palavras, mas a faculdade não abriu turma e eu fiz publicidade. Com certeza, seria uma opção que eu apostaria. Eu amo ver textos de pessoas apaixonada pela sua escolha, como você! Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antes de passar para Jornalismo, eu dizia ter muita vontade de cursar Publicidade também. Seria minha segunda graduação. Mas, quando comecei Jornal, tive contato com a Publicidade e acabei descobrindo que não é muito minha praia, sabe?! Acho um máximo toda a criatividade e trabalho que o Publicitário tem, mas só fico na admiração agora. ♥ Que bom que gostou do texto!! ♥ Obrigada, moça! E muito sucesso para você também, viu!? Que sua jornada profissional seja linda!! Beijos!!

      Excluir
  11. Minha primeira faculdade foi de Publicidade e Propaganda e muitas matérias eram em conjunto com jornalismo. Fazer o que gosta é o principal de tudo. Não se deve pensar em ganhar bem, mas ser o melhor no que você faz. Boa sorte com o curso!

    Blog Paloma Marcarini

    ResponderExcluir
  12. Eu amei saber um pouco mais da sua história e da sua faculdade, e ainda mais ler esse desabafo final. É lindo encontrar alguém fazendo um curso por amor, e com todo o otimismo. Muitos dos meus professores me dizem que para um profissional bom nunca falta oportunidade. Não desista dos seus sonhos nunca e continue no que te faz feliz <3

    ResponderExcluir
  13. O jornalismo é uma história de amor e ódio pra mim. Eu comecei achando que seria uma coisa, mas na metade do curso só queria o final rs. Ainda tenho mais dois semestres pela frente e só penso no diploma, porque, sinceramente, não aguento mais os professores, as disciplinas, os trabalhos em grupo e tudo mais. Além disso, tem cada disciplina teórica chata e massante que me desanimou aos montes. Espero que tua visão sobre o curso seja mais positiva do que a minha, afinal, não tem nada pior do que escolher algo por amor e acabar descobrindo que não era bem isso que gostaria de fazer. Eu ando pensando em pular para a publicidade, mas ainda não tenho certeza rs. De qualquer forma, eu adorei teu post e me identifiquei em alguns momentos. É sempre bom deixar claro o quanto o curso pode ser variado ♥

    ResponderExcluir
  14. Um dos cursos que penso seriamente em fazer é o jornalismo.
    Não compartilho da mesma paixão que você , mas acho um curso super interessante.
    Pode não ter tanta renumeração e no caso da minha cidade nem ao menos vaga ,mas parece ser bem legal.
    Isso ai ,não desista do seu curso ,nada melhor do que fazer aquilo que você ama

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante, e um grande incentivo!!
Então, se leu e gostou, deixe um comentário para que eu saiba!!
Agradecida, desde já.

Subscribe