Comportamento

Nota de esclarecimento

Oi, oi pessoinhas!!
Dou início ao post pedindo minhas sinceras e humildes desculpas àqueles que acompanhavam o Blog antes do hiato que resolvi entrar. Precisei me afastar e acabei não conseguindo voltar por conta do tempo, ou melhor, da falta dele. Muita coisa aconteceu nesses meses todos em que estive afastada. E hoje, decidi voltar e contar um pouco para vocês o motivo do meu afastamento. Para falar a verdade, eu não decidi voltar agora simplesmente porque estou conseguindo administrar mais o tempo. Não. Foi por outro motivo que poucas pessoas sabiam, na verdade.
Como o post de hoje é apenas para me explicar e dizer que estou voltando, vou fazer um resumo do que aconteceu nesses últimos meses. Bom, arrumei dois empregos, porém um deles era temporário e o outro no shopping. Acabei continuando a trabalhar nos dois por um mês e nos dois meses seguintes estive bastante ocupada visto que o trabalho no shopping é de domingo a domingo. Já dá para notar que tempo para o Blog eu não estava tendo. Continuando, em fevereiro sai do emprego porque precisaria trabalhar num horário mais flexível por conta da faculdade (que eu, até então, nem tinha sido aprovada). Eis que, teoricamente, eu iria ter tempo para voltar com o Blog. Mas aconteceu que fui chamada para trabalhar no lugar em que era temporário e consegui passar na faculdade (SIM!! VAMOS FALAR SOBRE ISSO POR AQUI MAIS PRA FRENTE). 
Em meio a tudo isso, quando eu já estava estabilizada e acostumada com a rotina, eu pensei diversas vezes em voltar com o Blog, mas não estava me sentindo motivada. Decidi então estipular uma meta. Sim, uma meta na qual as pessoas não ficariam sabendo, mas involuntariamente estariam me ajudando a querer voltar. - Mas qual era a meta, Andressa? - Todos vocês já devem saber que criei uma Página no comecinho do Blog, certo? Pois bem, quando parei não estava com muitas curtidas por lá. E, não que isso estivesse me incomodando. Porque, realmente, não estava. Mas decidi estipular a meta voltada para a Página. Coloquei na cabeça que voltaria com as postagens quando a Página do Blog alcançasse 700 curtidas. Não mencionei nada a ninguém. Não estipulei uma data. Nada. Apenas esperei. 
E não é que a meta foi alcançada? Nesta semana ultrapassamos as 700 curtidas e eu fiquei muito animada com isso. E, como prometi para mim mesma, aqui estou eu. Estou voltando com as postagens à partir de hoje. Muito animada e com muitas ideias de postagens para trazer para vocês. Aliás, sobre os assuntos, estou organizando tudo ainda. Mas, não vou mudar muita coisa em relação ao caminho que estava seguindo antes de parar de postar.
Enfim, espero que compreendam e que voltem a acompanhar esse meu cantinho. Senti muita falta de escrever e de toda a interação que acontecia por aqui. Demorei, mas agora voltei para ficar. E é isso. 


Vamos interagir nas Redes Sociais também? Vou amar conhecer vocês!
Carta

A você, professor, meu muito obrigada!

"Confesso estar parada há um bom tempo, sentada em frente ao computador, tentando iniciar uma carta que na minha imaginação já está formada há dias. Linhas inteiras apagadas e eu não consigo transformar em palavras, exatamente, aquilo que eu gostaria de dizer a vocês. Decido, então, usar uma única palavra para simplificar muito do que estou pensando neste momento. Gratidão. Talvez esta seja a palavra ideal para esboçar o meu sentimento por cada um. Talvez esta seja, de fato, o real motivo para eu estar aqui hoje lhes escrevendo. Na verdade, a razão mesmo é que eu sinto um carinho muito grande por vocês. Sinto uma vontade imensa de lhes encontrar novamente, depois de meses e meses, para olhar em seus olhos e dizer o quão grata sou por todo o conhecimento que, com paciência e dedicação, vocês me passaram. O quão feliz fico por saber que, por mais difícil que seja essa jornada, vocês não desistiram. Não desistiram de tentar colocar um pouco do que aprenderam dentro da cabeça de pessoas que, na maioria das vezes, não estava dando a miníma para o que vocês tentavam dizer.

Sei que não foi fácil quando tiveram que abrir mão dos seus momentos de lazer para organizar a aula da semana seguinte. Sei que vocês precisam se desdobrar para conseguir corrigir prova, corrigir atividade, passar nota para o diário. São tantos afazeres, não é mesmo? E vocês continuam firmes. Continuam tendo a paciência de ensinar. Mesmo recebendo o menosprezo de uma sociedade que não valoriza o profissional que vocês são. Não quero generalizar. E não vou. Mas, ainda acredito que vocês serão muito mais valorizados, um dia. Enquanto isso, sigo lhes dizendo que fico feliz por não terem desistido. Por terem enxergado o seu dom de ensinar. Sim, dom. Sempre digo que "quem é, já nasce", e isto se aplica muito a vocês. E eu agradeço por não terem escolhido outra profissão. Afinal, eu não lhes conheceria se tivessem escolhido ser qualquer outra coisa.

Para alguns, pode até parecer absurdo dizer que sinto saudades da época em que vocês me davam aula. Mas, por sorte, só tive professores amigos. E, sem dúvida, você que está lendo foi um deles. Penso que tenho hoje a oportunidade ideal de lhes agradecer por tudo. E quando digo "tudo", me refiro não somente ao assunto teórico em que ensinou, mas à todo o conhecimento de vida, de ética e honestidade que vocês passaram dentro da sala de aula. Tenham a certeza de que cada puxão de orelha, cada conversa que tivemos, foi tudo muito útil e, sem dúvida, eu absorvi muito do que me foi dito. Para falar a verdade, vocês foram essenciais na minha formação como pessoa. E, apesar de não lhes dizer sempre, devo muito do que sou, e do que ainda serei, a cada um de vocês.

Muito obrigada por serem profissionais de excelência. Obrigada por toda a paciência que sempre tiveram. Obrigada por serem tão dedicados e por tentarem passar todo o seu conhecimento. Obrigada por nos ouvir e não serem sempre pessoas sérias que não se importam com os que sabem "um pouco" menos do que vocês. Obrigada pelas aulas descontraídas que nos farão lembrar sempre de vocês. E obrigada também pelas aulas chatas que nos fez querer deixá-los sozinhos na sala porque não estavámos mais aguentando. Obrigada por acreditar em nossos sonhos e por nos incentivar a continuar sonhando. Obrigada. Mil vezes obrigada. Como dizem por ai, o que seria de nós sem vocês? "O que seria do maior de todos os seres se não existisse o professor? Onde estariam os médicos, engenheiros, diplomatas, se não pudessem contar com a sua dedicação?" E, de fato, onde estariam todos?

Enfim, para quem não estava sabendo o que dizer na carta, acabei escrevendo até demais. Mas, tudo para tentar passar em palavras toda a admiração que sinto por vocês que tanto me ensinaram. Espero que, um dia, eu possa realmente lhes encontrar e agradecer por todo o conhecimento que me foi passado. Saiba que, por mais que os anos passem e as coisas continuem a mudar, eu vou sempre estar admirando e respeitando muito esta dedicação diária de cada um que se dispõe a ensinar e inspirar pessoas dentro e fora das salas de aula. Um feliz Dia do Professor. Que vocês sejam lembrados não somente no dia de hoje, mas durante todos os dias do ano. Vocês merecem todo o reconhecimento do mundo. Mais uma vez, obrigada!!

Com carinho, uma velha aluna."
Animações

TOP 5: Animações que amo

Oi, oi pessoinhas!!
Ainda no clima infantil que paira sobre mim por conta do dia das crianças que se aproxima, hoje eu resolvi trazer mais uma listinha para vocês. Como insisto em dizer sempre, eu amo muito o universo cinematográfico e sou a louca dos filmes. Não que eu goste de tudo e todos os filmes, mas quando se trata de comédia, romance ou animação, com certeza, sou a louca, rs. Quando o assunto é animação infantil, então, me segurem. Sempre que é lançado algum filme novo, eu já quero assistir logo, o quanto antes de preferência. Tenho uma verdadeira paixão por este genêro de filme e chega a ser difícil ter que listar os meus favoritos. Mesmo assim, por conta do dia 12, decidi reunir algumas das minhas animações favoritas e montar um TOP 5 aqui para vocês. Preciso lembrar que eu, realmente, amo muito filmes neste estilo e que poderia fazer uma lista imensa com todos os que já assisti. Enfim, serão apenas cinco para servirem de opção para vocês que estarão em casa amanhã e pretendem assistir algo com as crianças (ou sem crianças, se você for como eu e amar filmes de animação). Sem mais enrolação, vamos a lista.
1. Lilo & Stitch - Esse é, sem dúvida, um dos filmes mais legais e bonitos que já assisti. O filme mistura comédia e animação, o que torna tudo muito bacana, e ainda fala sobre o conceito de família. Quem não conhece a famosa frase sobre "Ohana"?


"Lilo é uma pequena garota havaiana de 5 anos que adora cuidar de animais menos favorecidos e vive com sua irmã Nani. Lilo tem o costume de coletar lixo reciclável nas praias para, com o dinheiro recebido, comprar comida para peixes e nadar até o alto-mar para alimentá-los. Até que, num belo dia, ela encontra um cachorro e decide adotá-lo. Entretanto, este cachorro na verdade é Stitch, um ser alienígena que é um dos criminosos mais perigosos da galáxia. Stitch foi preso em um planeta distante pela polícia interplanetária, mas ao ser encaminhado para um planeta-prisão consegue escapar, caindo acidentalmente na Terra. Agora, para escapar da polícia que ainda o persegue, Stitch esconde quatro de suas seis pernas e decide se fazer passar por um cachorro comum, desenvolvendo com o tempo um laço de amizade com Lilo."
2. Spirit - O Corcel Indomável. Se eu tiver que citar um filme que me fez chorar horrores, com certeza, citarei este. O filme é lindo demais. Sem falar na trilha sonora que contribui quase que 100% para tornar o filme tão incrível quanto já é. 


"No final do século XVII em pleno Oeste norte-americano vive Spirit, um cavalo que resiste a ser domado pelo homem. Ele se apaixona por uma égua local, chamada Chuva, e desenvolve uma grande amizade com um jovem índio Lakota chamado Pequeno Rio. Juntos eles acompanham a colonização do local onde vivem, percebendo as mudanças que a chegada da civilização fazem em seu dia-a-dia."
3. UP - Altas Aventuras. Não sei como consegui ficar tanto tempo sem assistir a este filme. Tantas pessoas falavam bem dele e eu fui deixando passar. Até que me rendi. E, sinceramente, foi a coisa mais fofa e emocionante que já assisti. Tá bom, não foi o único filme emocionante que já assisti, mas este é muito bonito. E trás mensagens lindas de vida a serem seguidas.


"Carl Fredricksen é um vendedor de balões que, aos 78 anos, está prestes a perder a casa em que sempre viveu com sua esposa, a falecida Ellie. O terreno onde a casa fica localizada interessa a um empresário, que deseja construir no local um edifício. Após um incidente em que acerta um homem com sua bengala, Carl é considerado uma ameaça pública e forçado a ser internado em um asilo. Para evitar que isto aconteça, ele enche milhares de balões em sua casa, fazendo com que ela levante vôo. O objetivo de Carl é viajar para uma floresta na América do Sul, um local onde ele e Ellie sempre desejaram morar. Só que, após o início da aventura, ele descobre que seu pior pesadelo embarcou junto: Russell, um menino de 8 anos."

4. Monstros S.A. - Faz uma infinidade de tempo desde a última vez em que assisti a este filme. Mas, ele não poderia deixar de estar nesta lista já que é, sem dúvida, um dos filmes que mais gostei e que mais assisti de tanto que me apeguei a ele. Para vocês terem uma noção, eu cheguei a ter o bonequinho dos dois personagens principais de tanto que gostei do filme.


"Monstros S.A. é a maior fábrica de sustos existente. Localizada em uma dimensão paralela, a fábrica constrói portais que levam os monstros para os quartos das crianças, onde eles poderão lhes dar sustos e gerar a fonte de energia necessária para a sobrevivência da fábrica. Entre todos os monstros que lá trabalham o mais assustador de todos é James P. Sullivan, um grande e intimidador monstro de pêlo azul e chifres, que é chamado de Sully por seus amigos. Seu assistente é Mike Wazowski, um pequeno ser de um olho só com quem tem por missão assustar as crianças, que são consideradas tóxicas pelos monstros e cujo contato com eles seria catastrófico para seu mundo. Porém, ao visitar o mundo dos humanos a trabalho, Mike e Sully conhecem a garota Boo, que acaba sem querer indo parar no mundo dos monstros."

5. Megamente - Sabe àquea história de herói e vilão, onde todos amam um e odeiam o outro? Bom, imagino que esta era para ser uma destas, mas não foi para mim. O Megamente se tornou um dos meus vilões favoritos das animações e tudo porque ele não é tão terrível quanto parece. No final, se tornou mais legal do que o herói. 


"Tudo o que vilão Megamente mais queria era eliminar seu adversário Metro Man e assim dominar a cidade de Metro City. Só que para isso era necessário um plano ainda mais diabólico do que todos já tentados anteriormente. Um dia, com a ajuda de Criado e após sequestrar a repórter Rosane Rocha, o malvado consegue o inimaginável, para ele e para todos: dar um sumiço no herói. A única coisa que ele não contava era que sua vida se tornaria tão chata a ponto de ele inventar um herói para combater."

A lista foi, realmente, pequena perto de tantos filmes bons que existem por ai. Mas, acredito que eu tenha conseguido colocar àqueles que eu mais gosto e que já até assisti mais de uma vez por ser tão bom. Caso vocês sejam como eu, e amem animações, deixem aqui nos comentários o nome dos filmes que vocês mais gostam. Me contem se os listados à cima estão entre os seus favoritos também. Vou querer mesmo saber, hein!? Ah, e se você quiser me indicar algum, fique à vontade para isso. Enfim, por hoje é só. Espero que vocês tenham gostado do TOP 5 de hoje. Não deixem de me contar o que vocês acharam, tá bom? 


Beijos e não esqueçam de me acompanhar nas Redes Sociais:
FanPage | Instagram | Twitter

Snapchat: Dedesiilva
Infância

Para relembrar a infância

Oi, oi pessoinhas!!
Sei que não estou cumprindo com o que falei semanas atrás e não estou atualizando o Blog com tanta frequência, mas vou tentar me organizar para conseguir escrever bastante durante esta semana. Bom, e para começar com os trabalhos, estava pensando em fazer uma série de postagens durante esta semana com assuntos voltados para a infância, já que dia 12 se aproxima e, vocês já sabem, para muitos este é um dia de muita nostalgia. Como amo esta época do ano e amo falar sobre música, resolvi unir o útil ao agradável e decidi começar a semana com uma Playlist recheada de muita nostalgia. (normalmente seria no domingo, mas vamos fazer diferente, rs.

Como já foi dito, diversas vezes, eu tenho uma paixão muito grande pela música. Pela forma como uma letra pode descrever muito sobre mim e sobre os momentos vividos. Acho incrível o fato de podermos ter uma canção que nos represente ou que tenha feito parte de uma época boa (ou ruim) de nossas vidas. Uma música que marcou um filme que passou naquela determinada época. Ou àquela que tocou na festa da escola e te fez dançar muito. Enfim, foi pensando nisto, que montei uma Playlist extremamente nostálgica para compartilhar com vocês hoje. Para isso, procurei escolher músicas que fizeram parte da minha infância e que, ao escutá-las novamente, pude relembrar de momentos bacanas que vivi e de pessoas que conheci há alguns anos. Como sempre fui muito eclética em relação às músicas em que escuto, vocês poderão notar uma imensa variedade de canções e cantores que fizeram parte da minha vida. Espero que curtam a Play.

Vou confessar aqui para vocês que eu cantei muito todas essas músicas enquanto estava montando a Playlist. De verdade. Não lembrava o quão bom era escutar cada uma delas e quantas memórias bacanas elas iriam me trazer. Sandy & Júnior, RBD, Rouge. Caramba!! Pode parecer bobagem dizer que, de fato, todas elas fizeram muita diferença na época dos meus 8 aos 14 anos. Já dancei e cantei muitos essas músicas na escola. Enfim, até me empolguei ao ouvi-las de novo. (haha) Tenho certeza de que alguma delas também tocou na sua infância, então, vou querer saber qual vocês ouviram muito enquanto crianças? Me contem aqui nos comentários quais outras músicas fizeram parte da sua vida nos anos de escola e quais você amava cantar e até imitar a coreografia. Contem tudo mesmo!! E é isso. Eu espero que vocês tenham gostado da Playlist de hoje. Eu gostei bastante e vou continuar ouvindo estas musiquinhas, rs.

Beijos e boa semana à todos!!
Ah, já me acompanham nas Redes Sociais? Não? Então não de deixem de me seguir por lá.

Snapchat: Dedesiilva

Subscribe